Há Conflito entre Cristianismo e Ciência?

Por Mark Driscoll

Antes de folhear as páginas iniciais do Gênesis, onde a criação começa, há algumas observações introdutórias em ordem:

Primeiro, não há conflito entre Cristianismo e Ciência em si, isto é porque a cosmovisão cristã a qual acredita que Deus criou o mundo com “leis” e ordem naturais, é o que fortalece todo empreendimento científico. Por exemplo, o raciocíno indutivo e o método científico são baseados no pressuposto da regularidade das leis da natureza….Sem esse tipo de regularidade, nunca poderíamos aprender da experiência, incluindo as experiências do testes científicos. Isto também ajuda a explicar o motivo pelo qual culturas onde se acredita que a natureza é uma ilusão ou um caos desordenado porquanto não foi criado por um Deus de ordem, a ciência não tem um histórico de florescimento. Realmente, o método científico depende do tipo de  visão de mundo subjacente à cosmovisão que o Deus da Bíblia poderosa e providencialmente fornece.

Segundo, há um conflito total entre Cristianismo e naturalismo científico. Naturalismo é a crença que todo o fenômeno pode ser explicado atualmente funcionando em termos de causas e leis  naturais. E  o verdadeiro conhecimento é tão-somente  aquele que pode ser observado através de  experimentos. Quando a ciência natural é o árbitro de tudo que chamados de verdade, a religião se transforma em superstição e Deus é omitido da discussão.

Terceiro, a Bíblia em geral, e o livro de Gênesis em particular, não foi escrito com a intenção de ser um compêndio de ciência. Antes, ela foi escrita como uma narrativa teológica, escrita para revelar o criador, o que significa que sua ênfase é sobre Deus e Sua relação com a humanidade e não a respeito da criação. Gênesis é muito mais preocupado com as perguntas: quem fez a criação e por que criou e a razão por que criou exatamente da forma que criou. Portanto, como  Galileu disse: o Espírito Santo deseja ensinar-lhes como ir aos céus, e não como vão os céus.”

Quarto, a exibição de uma data para a criação não pode ser teste para a veracidade cristã, dentro da teologia cristã há aqueles que estão abertos e aqueles que tem opinião fechada sobre estes assuntos. A autoridade bíblica é um assunto fechado. Os cristãos aceitam o que a Bíblia efetivamente ensina como verdade de Deus para ser crida e obedecida. Quanto à criação, quem afirmar ser um cristão crente na Bíblia deve rejeitar tais coisas que são afirmadas pelos evolucionistas ateus: que não existe Deus e a criação não é um dom, mas um acidente épico de propósito. Contudo, os cristãos crentes na Bíblia, como vamos explorar neste capítulo, podem e discordam de assuntos abertos, como os tais: como Deus fez exatamente os céus e a terra, se os dias da criação em Gênesis 1-2 são literais de 24 horas  e a idade da terra, estes tipos de questões devem permanecer em aberto.

http://theresurgence.com/conflict_between_science_christianity

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: