Santidade

Por Herman Bavinck

Para entendermos o benefício da santificação corretamente, precisamos proceder do pensamento qual Cristo é nossa justiça. Ele é o salvador completo e todo-suficiente. Ele não realiza sua obra pela metade, mas nos salva de forma real e completa. Não descansa até(após anunciar sua absolvição as nossas consciências) comunicar sua glória e santidade plena a nós.

Pela sua justiça, portanto, não apenas nos restaura ao estado de justo, isentos do julgamento divino, para então nos deixar por nós mesmos a corrigir à imagem de Deus e ao mérito da vida eterna. Todavia, Cristo realizou tudo. Ele suportou por nós a culpa e o castigo pelo pecado. Colocou-se a si mesmo sob a lei a fim de garantir a vida eterna para nós. E, em seguida, levantou-se da sepultura para se comunicar a nós em toda sua plenitude tanto para nossa justiça quanto para nossa santificação (1 Coríntios 1.30). A santidade de que precisamos tornou-se inteiramente nossa por isso esperamos a plenitude em Cristo.

http://spurgeon.wordpress.com/2010/06/27/holiness/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s