Observações

Se eu pudesse levaria quase todo mundo para o céu. Gosto da maioria das pessoas, com exceção é claro dos terroristas, estupradores e outros que não a natureza humana não aceita sem relutar. Ainda assim cada caso é um caso. Tenho um vizinho que é vagabundo, odeia trabalho, estudo, mas é gente boa. Acho que quase todo mundo o levaria para o céu, porque apesar de ser um vagabundo ele não é sujeito mau. Quem não conhece alguém que por algum motivo foi preso apesar de ser uma boa pessoa. Conheço um que era gente boníssima, mas a Federal o prendeu com alguns quilos de droga, foi preso por tráfico. Ele era polido, altamente sociável sem nenhum defeito, só este que conhecemos com a notícia de sua prisão.

A nossa régua de justiça  parece entrar em contradição, vezes achamos que quase todo ser humano merece ir para o céu quando morrer, outras vezes, ficamos meio enojados como o filósofo pessimista alemão: Arthur Schopenhauer que disse se o homem pudesse cruzar com o gato, melhoria o homem mas corromperia o gato. Mas só excepcionalmente pensamos assim. Na maioria das vezes concordamos com a assertiva de que o homem é bom, mas a sociedade, falta de atenção, oportunidades é que o faz mau. Como dizia Rousseau: o homem nasce bom, a sociedade o corrompe.

De vez em quando me pego em conversa com colegas de trabalho pós-cristãos que dizem que o inferno é aqui. Eles pensam em Deus como um ser tão generoso quanto um velhinho que tem por ocupação principal perdoar os pecados dos humanos, porquanto são criaturas boas e filhos de Deus, apesar de muitas vezes se comportarem mal, sobretudo por causa de forças exteriores que os levam a fazer coisas ruins.

Como cristão bíblico vejo nas páginas do livro sagrado de muitas maneiras o ensino que o homem é mau, isto é, sua natureza é caída. Não por que não faça coisas boas, mas porquanto é capaz de fazer e faz coisas más. Lembre-se da Lei de Deus, alguém que deixe de cumprir um ponto da Lei é culpado de todos os outros. O sujeito que profere uma  mentira é culpado de furto, assassinato, não honrar aos pais, cobiça, não amar a Deus, não amar o próximo… e segue a lista.

Eu poderia partir de vários pontos e fixar a doutrina da Total Depravação do homem, mas acho um ponto interessante, o qual tem me perturbado muito. Sou crente em Jesus Cristo, ortodoxo em minhas doutrinas, ainda assim luto com maldades no meu coração que muitos ímpios desconhecem. Mas noutra oportunidade falo sobre isso, porquanto o texto está ficando longo demais. Talvez inconcluso, mas lembre-se: blog é um lugar, no meu entender, para se escrever textos curtos. Retomaremos o assunto noutra oportunidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s