Abandono Judicial

“Muitas vezes, se não na maioria das vezes, o pecado que cometemos é uma punição pelo pecado. Quando pecamos, estamos, na verdade, realizando a punição de Deus pelo nosso pecado. Não estamos cometendo uma nova transgressão cada vez que pecamos; ao contrário, os impulsos pecaminosos que nutrimos, abraçamos e experimentamos em nossas transgressões já são o resultado do julgamento de Deus sobre o nosso pecado. É isso que acontece no abandono judicial. Deus nos entrega aos nossos impulsos pecaminosos. Nós nos tornamos escravos daquilo que desejamos fazer.” R. C. Sproul

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s