A Promessa a Abrão – O Desdobramento da Escatologia Bíblica

Por Keith Mathison

A chamada de Abrão em Gênesis 12.1-9 é um ponto crucial na história da redenção de acordo com Gordon Wenham, nenhuma secção de Gênesis é mais significativa do que 11.27 a 12.9. É como Bruce Waltke observa “o centro temático do Pentateuco.” Enquanto os primeiros onze primeiros capítulos de Gênesis foca primariamente sobre as terríveis consequências do pecado, a promessa de Deus a Abrão em Gênesis 12 foca na esperança da redenção, da bênção restaurada e reconciliação com Deus. Deus está tratando com o problema do pecado e o mal. E Ele está estabelecendo o Seu reino sobre a terra. Como Ele vai fazer isso começa a ser revelado em Suas promessas a Abrão. O restante dos capítulos de Gênesis prossegue a fase inicial do cumprimento dessas promessas. Assim Gênesis 12.9 define o ponto de partida para o restante de Gênesis e o restante da Bíblia.

A solução para a interpretação da secção de Gênesis 12.1-9 é a chamada explícita de Abrão encontrada no verso 1-3.

Ora, disse o Senhor a Abrão: Saí da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para terra que te mostrarei; de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção! Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra.”

O assunto da chamada de Deus a Abrão é evidente nas cinco repetições dos termos chaves “bênção” ou “bendito” também é importante os termos “tu” ou “teu.” O pecado do homem tem resultado na maldição de Deus (Gênesis 3.14; 17; 4.11; 5.29; 9.25) mas aqui Deus promete formar um povo para Si mesmo e restaurar Seus propósitos originais para a humanidade(Gênesis 1.28). Abrão está de alguma maneira sendo o mediador desta restauração abençoada.

QUATRO PROMESSAS

Dentro da chamada de Abrão há quatro promessas básicas (1) descendência, (2) terra, (3) A bênção para o próprio Abrão, e (4) E a bênção para as nações através de Abrão. No verso 1 Deus manda Abrão deixar a sua casa e ir para uma terra que Ele irá mostrar. A promessa da terra não é clara no início do mandamento. Ela somente é feita clara quando Abrão chega à terra de Canaã. Neste ponto, Deus promete a Abrão, “Darei à tua descendência esta terra” Gênesis 12.7. Essa promessa de terra tornou-se um tema chave através do restante do Antigo Testamento. Ela é especialmente proeminente no restante do Pentateuco e nos livros referidos pelo cânon Hebreu como “Profetas Antigos” (Josué, Juízes, Samuel e Reis). Em termos de propósitos do reino de Deus, a terra prometida indica que Deus não abandonou Seu plano de estabelecer Seu reino sobre a terra. A promessa da terra havia certamente sido importante para Israel na ocasião do Pentateuco em que foi originalmente feita. Enquanto Israel estava nas planícies de Moabe, eles estavam seguros de que a terra em que eles entraram e estavam havia sido prometido a Abrão e sua descendência pelo próprio Deus.

Em Gênesis 12.2, Deus promete que Ele irá fazer de Abrão “uma grande nação.” Essa promessa é inicialmente cumprida com o nascimento da nação de Israel. Esta promessa necessariamente implica que Abrão terá uma descendência, mas como a promessa da terra, a promessa da descendência é somente feita explícita quando Abraão alcança Canaã (Gên. 12.7). A promessa de descendência é também relacionada aos propósitos do reino definitivo de Deus. Assim como a promessa da terra fornece um domínio para o reino de Deus no meio de sua criação, a promessa da descendência antecipa um povo para o Seu reino. Deus então promete abençoar a Abrão e fazer seu nome grande de modo que ele será uma bênção. O quarto elemento da promessa de Deus é que em Abrão “ serão benditas todas as famílias da terra(Gên. 12.3). Abrão será o cabeça de uma família “por quem todas as outras famílias da terra serão abençoadas.” De fato, a bênção de todas as famílias da terra é o propósito primário por trás da chamada de Abrão. Sua chamada e as promessas que lhe são dadas não tem o fim em si mesmo. A Abrão é prometido descendência, terra, bênção pessoal a fim de que ele pudesse ser o mediador das bênçãos de Deus para todas as famílias da terra.

À medida que avançamos, o significado escatológico das promessas de Deus a Abrão e Sua determinação de abençoar a todas as famílias da terra se tornará mais claro. Como veremos, esta bênção virá através do estabelecimento do reino de Deus. Deste ponto em diante em Gênesis, “a preocupação primária do escritor é traçar o desenvolvimento da determinação de Deus para abençoar.”

http://www.ligonier.org/blog/promise-abraham-unfolding-biblical-eschatology/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: